Governo Temer: Brasil está há mais de um mês sem ministro da Cultura

GERAL

Postado dia 12 de Julho de 2017

por Maraina L. Gomes (Público Brasil)
 
No próximo domingo (16/7), completa um mês que o Ministério da Cultura (MinC) está sem um ministro, quando o interino João Batista de Andrade pediu demissão, após o vazamento das gravações de Temer com o empresário Joesley Batista. 
 
O ator, produtor e diretor teatral Sergio Mamberti, usou o site Rede Brasil Atual(RBA) para criticar a postura do presidente Michel Temer (PMDB), Mamberti diz que o governo Temer sempre trabalhou para relacionar a "cultura com a marginalidade". "Estamos há um mês sem ministro da Cultura e ninguém fala nada", afirma Mamberti.
 
O assunto vem recebendo diversas críticas na internet. Até os petistas já escreveram e blogaram sobre o MinC, como exemplo o blogueiro Gilberto Silva que investigou os indicados e escreveu um artigo.
 
Confira abaixo a íntegra: 
 
"PRÓS E CONTRAS ENTRE OS INDICADOS PARA MINISTÉRIO DA CULTURA
 
por Gilberto Braw Blogueiro e defensor do ativismo digital
 
Após a implosão da base aliada, a imagem arranhada após os vídeos da delação dos irmãos Batista e depois do pedido de demissão do ministro interino da Cultura (MinC), João Batista de Andrade no último dia (16). O presidente Michel Temer está com uma faca de dois gumes. Em menos de um ano, pasta foi extinta, reativada e já teve três ministros diferentes, e agora tem a frente desse ministério à deriva, nomear um novo titular para a pasta.
 
Jorge Coutinho
 
Apadrinhado pela emissora global e de homens próximos a Michel Temer, é presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Rio de Janeiro (Sated-RJ) e membro do Conselho de Comunicação do Congresso Nacional. Mas uma tempestade poderá cair na mão de Coutinho, pois a ida ao Minc é uma tentativa de blindar as fraudes encontradas pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União? O Ministério abriu processo administrativo contra cinco empresas investigadas nas operações Boca Livre e Boca Livre S/A, da Polícia Federal, que apuraram irregularidades no uso de recursos da Lei Rouanet. As investigações identificaram várias irregularidades, entre elas superfaturamento, projetos duplicados, serviços fictícios e contrapartidas ilícitas.
 
Conforme nota publicada blogspot “coisasdeteatro” - falta de transparência do Sated-RJ - vejamos um trechinho: PROJETO FANTASMA: RIO POR INTEIRO. Vamos aos fatos: No dia 12/09/08, uma empresa patronal depositou na conta do SATED-RJ a quantia de R$ 50.000,00 para o Projeto RIO POR INTEIRO. No dia 30/09/08 mais R$ 10.000,00, também para o Projeto RIO POR INTEIRO. No entanto, esta quantia foi trocada por 3.545 euros para patrocinar a viagem do Presidente do Sated-RJ ao Marrocos para um Congresso da FIA (Federação Internacional de Atores). No dia 27/11/08, Esta mesma empresa patronal deu mais R$ 330.000,00 ao Sated-RJ para o referido projeto. Vamos parar por aqui.
 
Laura Carneiro
 
A peemedebista carioca também está na lista de indicações de Temer. Apesar de ser integrante do PMDB e ter boas relações com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o brasileiro não pode ter memória curta. Nome da parlamentar compôs a lista dos 57 políticos investigados na Operação das Sanguessugas, deflagrada pela Polícia Federal, também conhecida como máfia das ambulâncias. Foi um escândalo de corrupção que estourou em 2006 devido à descoberta de uma quadrilha que tinha como objetivo desviar dinheiro público destinado à compra de ambulâncias superfaturada de ambulâncias para os municípios, por meio de emendas apresentadas por parlamentares.
 
Marta Suplicy
 
Senadora pelo PMDB de São Paulo ocupou a cadeira de ministra em duas oportunidades: Turismo (2007) e Cultura (2012), mas pouco tem a oferecer a um governo cambaleante como de Temer. Após uma derrota política, Marta tem um histórico de gozação e de poucas conquistas. A principal obra de Marta no MinC – três projetos: “Moda brasileira em Paris: internacionalização da criatividade, Pedro Lourenço”; “Mostra de Moda em São Paulo e Nova York: Herchcovitch fala de Antropofagia Americana” e “Mostra Artesãos do Brasil na poética da moda: Sedimentos criativos revisitados por Ronaldo Fraga”. Ou seja, milhões da Lei Rouanet para desfile de moda no exterior. Sempre é bom lembrar! A AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) incluiu em agosto de 2008 sete processos - na apelidada "lista suja" da AMB.  Todos os processos incluídos contra Marta na época referem-se a improbidade administrativa.
 
André Amaral Filho
 
O jovem deputado federal paraibano André Amaral Filho(PMDB), 26 anos, que é concluinte do curso de Direito(nada questionável). O seu nome virou pólvora nas redes sociais por não ter em seu histórico experiência na cultura? Mas espera aí, o jovem foi diretor da União Nacional dos Estudantes (UNE). A UNE tem ligação com cultura de massa, também conhecida como “cultura pop”. Aliás, se não fosse o público jovem nos eventos culturais, a situação era de extrema dificuldade diante da paralisia do MinC.  André Amaral representa a força da juventude e tem a ficha limpa. Mas, Temer, não liga para isso.
 
Gilberto Braw - Blogueiro e defensor do ativismo digital."


Fonte: Da redação (publicobrasil.com.br).
Legenda:Michel Temer (PMDB).

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia